sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Janeiros mudando nosso jeito de ser

Neste dia 27 de janeiro, uma das maiores tragédias de nosso país completa um ano. Notícia em todo o mundo, o incêndio que atingiu a boate Kiss, em Santa Maria-RS, deixou 242 mortos e 123 feridos. Em homenagem a todos os que partiram - e aos que ficaram com as marcas da dor, minha poesia, com carinho...

Sonhos desfeitos, assim de repente
Projetos jogados, todos pelo chão
É tão estranho ver tudo acabado
Desejos roubados, assim, sem razão.

Ficam as marcas, as cicatrizes
Que insistem em lembrar o quanto doeu
Ficam lembranças...de histórias tão lindas
Retratos da vida, que em mim não morreu.

Anjos existem, estão entre nós
Sorriso nos lábios, beleza sem fim
Estrelas que brilham, e que são nossa voz
São anjos heróis, eu sei que é assim

A juventude, que sempre é capaz
De nos mostrar que a paz vale à pena
Esta juventude não pode calar
É preciso trilhar, com amor, vida plena.

E que os janeiros de nossa história
Possam mudar nosso jeito de ser
E que o choro e nossa tristeza
Se transformem em amor, nos ensinem a viver.

Que a alegria, que é a marca dos jovens
Volte a reinar em meu coração
Que a dor que é minha - e ela eu não tinha
Me ensine a amar ainda mais meu irmão.

                                                (Claudiomiro Sorriso)