quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Um valioso tesouro


A sabedoria popular nos ensina que “quem tem um amigo tem um tesouro”. Já, um provérbio árabe aponta que “pode-se viver sem um irmão, mas não sem um amigo”.
A verdadeira amizade é aquela em que o outro está sempre a se doar. O identificamos por seus posicionamentos diante das adversidades e desafios que insistem em nos tirar do trilho. E eis que ele surge, com uma palavra de conforto, conselho, mão amiga, a nos acolher.
Como um anjo, nos aceita como somos, sem críticas, sem censuras, e a nos compreender, mesmo diante de nossos erros, defeitos, limitações.
Amigos são assim. De forma poética, Milton Nascimento afirmara em sua eterna “Canção da América”, que eles são coisas pra se guardar debaixo de sete chaves, dentro do coração.
E de fato, o são.
Neste momento, quantos você sente que estão aí, neste peito a pulsar, a lembrar a amizade tão bela que em outrora o ajudou a se tornar no ser que é agora?
É meu caro, como destacou Antoine de Saint-Exupéry em seu inesquecível O Pequeno Príncipe, “foi o tempo que investiste em tua rosa que fez tua rosa tão importante”. E são verdadeiramente sábias estas palavras. O tempo em que dedicamos a cultivar nossas relações, a valorizar nossas amizades é que transformará o outro, no amigo de verdade, para todo o sempre.
Na mesma obra, e de forma tão sublime, o escritor francês surpreende ao apontar, em um diálogo entre uma raposa e o príncipe, uma verdade absoluta: “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”.
Profundo. Conquistamos a amizade do outro e, para todo o sempre, nos tornamos responsáveis por ele. Se há a verdade na amizade é assim que tem que ser.
Lembro-me de uma mensagem, que há muito tempo circula por aí. Trata-se da história de menino que pede para a mãe autorização para ir ao hospital visitar um amigo muito doente.
A mãe pergunta por que ele quer ir lá, já que o quadro era desolador e irreversível, e, diante da insistência, o deixou ir.
Na volta, relatou a triste cena. O amigo morrera em sua frente, não antes afirmar: “Eu tinha certeza que você vinha!”.
Isto não tem preço. Amigos são assim. Mais que irmãos. São abrigo, fortaleza. Respostas para nossas dúvidas, mesmo que expressada em um forte e silencioso abraço.
Aos meus amigos, de longe e de perto, o convite: cuidemos, pois do grande tesouro de nossas vidas, a amizade.    

- Dedicado a alguém especial, que ao apertar a mão, me acolheu em seu coração.

2 comentários:

  1. Como é bom ter um amigo verdadeiro, amigo de verdade, como é bom saber-se amigo de alguém. A amizade é um tesouro valioso!!! Obrigada por sua amizade. Espero que um dia eu possa agradecer pessoalmente.

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo: do início ao fim.
    Que a amizade seja eterna enquanto dure.
    Sds,
    Eliana Frantz

    ResponderExcluir